Categorias
Sem categoria

Hoje é dia do leitor!

Hoje é dia 7 de janeiro dia do leitor. O livro te transporta para um outro lugar sem precisar sair de onde está, com o livro você aprende novas palavras, figuras de linguagem, conhece outras culturas e pensares. Amplia seu horizonte de pensamentos e te faz mais criterioso e apurado nas interpretações do que se lê.

Pena do Brasil que não é um país leitor, por isso vemos a ignorância assolando todas as camadas sociais desse país, inclusive de certos “formadores de opinião”, alguns fazem parte do governo federal, ou garantiram uma boquinha num legislativo como arautos da moralidade. Vemos que a leitura e interpretação são deficitárias no país e não precisamos ir muito longe para constatar esse fato: é só ver o quanto de gente vocifera nos comentários de internet e não leu a matéria só a manchete, ou simplesmente leu e não interpretou nada do que foi escrito.

Deixarei aqui links que falam a respeito da leitura no Brasil: https://www.portalt5.com.br/noticias/paraiba/2018/4/83640-brasileiro-le-em-media-2-43-livros-por-ano-diz-pesquisa e http://www.abdr.org.br/site/pesquisa-retratos-da-leitura-no-brasil/ http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/radio/materias/REPORTAGEM-ESPECIAL/536957-LEITURA—OS-NUMEROS-SOBRE-A-LEITURA-NO-BRASIL-BLOCO-1.html

Os dados ajudarão a entender…

Numa sociedade que não possui o mínimo necessário para subsistir e consequentemente nenhum incentivo de leitura, não é incomum se tornar massa de manobra seja de qual ideologia for. O fato é que as autoridades não querem pessoas mais esclarecidas pois serão arruinados se as pessoas realmente contestassem suas atitudes suspeitas e seus desmandos. Aprender a ler é mais do que enxergar as letras, é identificar figuras de linguagem, ser instigado a pensar no que o autor do livro ou texto quis dizer em suas palavras, é identificar com o tempo que tipo de leitura gosta mais de fazer e de certa maneira identificar estilos de escrita e linguagem contidas nas obras ou textos.

Quando eu era mais jovem, além da literatura infanto-juvenil, gostava de ler dicionário, era bem divertido e várias vezes encontrava palavras engraçadas, ficava rindo à toa e minha mãe me perguntava do que eu ria, aí eu explicava que era por causa da palavra. Essa prática foi bastante útil até os dias de hoje para mim, considero meu vocabulário bem extenso graças a essa prática relativamente exótica. Recomendo a leitura é bem divertido.

Vamos ler antes que o Índex do século XXI seja publicado e comecem a queimar livros.

Imagem retirada do site Correio da Bahia
Livros didáticos sendo queimados em Ribeirão Preto em 2012 foto: Sebastião Elias EPTV

Por Astrovalda Junqueira

Ghost Writter, "Literateuta"
"Escrever para não enlouquecer, novo bálsamo à alma"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s