Categorias
política

E foi carnaval no Brasil…

Alguns dizem que é só pão e circo, mas nesses últimos dois anos o tom político vem crescendo na festa mais popular do Brasil.

Esse ano especialmente pipocaram críticas à corrupção e aos antidemocratas que insistem em (des) governar o país. Nas passarelas e nos blocos o que não faltou foi crítica contundente ao rascismo, às diversas formas de intolerância, aos assédios, ao autoritarismo. As pessoas botaram o bloco da indignação na rua, fantasiaram se de laranjas, de manifestoches, de juiz super herói combalido e criaram o próprio hit do carnaval, um elogio carinhoso ao que ocupa a cadeira de presidente do país nesse mandato.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Parece que o estoque de argumentos dos “do contra”, de que essa época do ano “é pura alienação, que as pessoas deveriam ocupar a rua pra protestar e etc e tal” está ficando esvaziado. Eles sempre arrumarão pêlo em ovo, mas a sabedoria popular já diz que os cães ladram e a caravana passa.

Isso nos ensina que a manifestação espontânea é válida e também é uma forma de luta e que apesar dos pesares, o país passa por um processo de politização das pessoas, óbvio que existem os equívocos mas não podemos fechar os olhos pra transformação que está ocorrendo, tudo isso não acontece por acaso e o bloco resistência está maior que o da situação.

Por Astrovalda Junqueira

Ghost Writter, "Literateuta"
"Escrever para não enlouquecer, novo bálsamo à alma"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s