Categorias
música

Você é uma vadia!

Texto e imagem da Michelle Bernardes, escritora no medium.com/@mi.bernardess

Sorria. Mas não muito, senão te tacharão como vadia.

Não transe, especialmente se for em busca do seu próprio prazer, senão te tacharão como vadia.

Seja mais feminina. Use maquiagem. Use vestidos. Mas não tão longo, você não quer ser puritana. Nem tão curto, senão te tacharão como vadia.

Não fale palavrões. Não beba. Não fume. Não saia à noite, senão te tacharão como vadia.

Seja a mulher de um homem só, senão te tacharão como vadia.

Se sair, se beber, se usar roupas curtas, se transar, merece ser assediada, merece ser estuprada. Você é uma vadia.

Cuide do seu “homem”, senão ele procura fora de casa o que não tem dentro. Aceite calada seus caprichos, seus mandos e desmandos. E se ele te bater, você mereceu. Afinal, você é uma vadia. Se ele te matar de tanta porrada, você mereceu. Afinal, você é uma vadia.

Se te prenderem em uma fábrica e te queimarem viva, você mereceu. Você é uma vadia.

Essas quinze mulheres que morrem diariamente pelo crime de serem mulheres também merecem. Elas são vadias.

Mas olha, toma aqui o seu chocolate e suas flores. Afinal, hoje é o seu dia. Só não esquece, você é uma vadia.

Por Astrovalda Junqueira

Ghost Writter, "Literateuta"
"Escrever para não enlouquecer, novo bálsamo à alma"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s