Categorias
esquerda política

Até tu Paulo Henrique Amorim?

“Olá tudo bem?” Não! não está nada bem! Como você pôde partir logo agora?!

Quando comecei a me informar através da imprensa alternativa, o Conversa Afiada foi o primeiro site que conheci, depois veio o Escrevinhador do Rodrigo Vianna. Desde aquela época, quando ainda não era voga, você se referia à imprensa grande como PIG, partido da imprensa golpista, e em 2016 sua tese foi corroborada in locu na cobertura midiática do impeachment.

Logo de manhã, acordo com essa bomba. Fiquei zonza e atordoada e embora não estivesse acompanhando com a mesma frequência de antes seu canal, sua voz era referência pra gente da esquerda. Seu site foi percursor da imprensa alternativa nacional, foi a primeira fonte de todos os que vieram a seguir. Estamos órfãos, desolados, a Ceifadora nos deu um golpe bem no meio do coração levando você, justo agora nesse momento tão difícil…

Tão importante o que você dizia e como se posicionava perante o atual desgoverno que até foi censurado pela emissora que trabalhava. Emissora da igreja que faz shows, que tem técnicas de abordagem tacanhas pra extorquir os fiéis. Me pergunto como você conseguiu sobreviver lá durante tanto tempo? Não deve ter sido nada fácil…

Olha Paulo, o meu pai assistia ao Conversa no YouTube e ele ainda não sabe da sua passagem, eu não quero nem pensar na tristeza que vai bater quando ele souber da sua partida…

2019 está sendo um ano muito, muito, mas muito difícil. O ano que a gente realmente deve viver como se fosse o último, todo mundo está partindo, e nós que ainda estamos aqui, será que conseguiremos administrar e ecoar seu legado? O jornalismo inconformado e questionador como deve ser. Poxa Paulo, porque você tinha que partir logo agora? O que a gente faz sem você?

Agora que você e o Boechat irão se encontrar no panteão dos jornalistas/escritores, peço para que ambos aproveitem a visão privilegiada e façam uma análise e um debate sobre as condições atuais do país. Da minha pequenez, não consigo imaginar a magnitude de um evento desses por aí, mas certamente irá movimentar toda a galera desse panteão e adjacências. Capaz que até o João Gilberto fique espantando e saia da reclusão habitual pra tocar uma música, pra dar uma acalmada nos ânimos; uma pausa pra água e depois mais uns rounds. Acredito que tenham mais concordâncias que divergências, mas como eram donos de personalidades marcantes, com certeza não será um debate morno.

Estou escrevendo esse texto no calor da emoção, as palavras fluem desordenadas e tentam de alguma forma homenageá lo.

No hay más lo que decir. Recolheremos nosso cacos, vai na paz Paulo Henrique Amorim!

Presente!

Por Astrovalda Junqueira

Ghost Writter, "Literateuta"
"Escrever para não enlouquecer, novo bálsamo à alma"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s