Categorias
política

Poesia visual – Estação linha de bloqueio

Colab poética com Mila Farão, escritora e blogueira do Escritas Domésticas.

Poema integrante do seu livro, Terceiro Trilho, publicado no fim do ano passado pela Baladeyra.

Conta a história de Luana da Mata, uma Metroviária que trabalha numa estação da linha 3 vermelha, do Metrô de São Paulo.
Grande parte das mulheres metroviárias se identificam com alguma coisa de Luana, porque ela vive situações que todas elas já viveram; na vida de Luana através de poemas musicais, às vezes caóticos como a Sé às 18h com falha na operação.

Pensando no caos e nos números superlativos do Metrô fiz a captura das imagens, enfatizando uma Luana afundada e melancólica, absorvida por seu trabalho, “enterrada viva” como se refere seu eu lírico ao trabalho subterrâneo em outro poema.

Mila Farão escreve sobre coisas concretas de maneira abstrata, ora carregando ora suavizando a linguagem e a situação, para que o leitor embarque e viaje pelo mundo de Luana da Mata, igual a uma viagem de metrô. Por isso mesmo o livro é organizado por trajeto, ida e volta e as estações durante o percurso.

Por Astrovalda Junqueira

Ghost Writter, "Literateuta"
"Escrever para não enlouquecer, novo bálsamo à alma"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s