Categorias
Sem categoria

Qualquer coisa

10 meses depois da condicional achei que a vida seria melhor.

Mas no Brasil, o fundo do poço tem alçapão e o que estava difícil quando começou o pandemônio está ainda pior.

É tanta notícia ruim e história triste que tenho evitado me posicionar e escrever sobre. Além das lutas pessoais que estou lutando pra poder subsistir.

Não vivo, sobrevivo.

Esse tempo vai deixar marcas profundas em nossa existência, feridas que não cicatrizarão tão cedo.

Não existe esperança!

Às vezes é ruim ser realista, porque enxergar as coisas como são/estão nem sempre é agradável. Às vezes gostaria de ser uma burra alienada, que sofre pelo time de futebol ou vibra pelos personagens da novela.

E ultimamente nem novela estou conseguindo ver…

Existe um vazio enorme em minha existência e que nada consegue preencher. Nada!

Ah mas você devia ser feliz, tem gente pior que você! Pois é eu devia, mas a tristeza não é algo que eu cultivo e gosto de ter, mas ela existe. Cada um com sua dor e essa é a minha.

Eu só queria que essa tormenta acabasse logo! Tomara que quando esse desgoverno for pro ralo leve embora toda a energia ruim que trouxe.

Até o frio chegou mais cedo esse ano, pois o tempo está muito cinza no coração da humanidade.

Que saudade eu sinto do céu azul e dos dias ensolarados e quentes, junto com eles havia amor e esperança.

Por Astrovalda Junqueira

Ghost Writter, "Literateuta"
"Escrever para não enlouquecer, novo bálsamo à alma"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s