Categorias
amor escreva na quarentena

Desapaixone-se na Quarentena

Dia 58 da Quarentena. Me apaixonei mais uma vez. Errei mais uma vez. O sentimento que nasceu, morre na mesma velocidade que veio. A vida é um constante tropeçar. Sérgio Vaz disse, que amor é coisa para profissionais e não para amadores como nós. Realmente… Escreva poesias sem rimas na tristeza. Na Quarentena. Dance e […]

Categorias
Sem categoria

Fragmentos

1- No sarau “festa de confraternização dos colegas de trabalho” recitei poemas mas não quis cantar, algo que gosto muito de fazer, estou estranha: não sinto vontade e nem alegria. 2- Subindo as escadas da estação, vi o brilho no olhar do moço ao ver a mulher amada chegando, por um momento acreditei que ainda […]

Categorias
Sem categoria

A dor

Dias passaram cinzas e hoje um sol tímido, como o meu sorriso, resolveu aparecer. O luto é um processo extremamente desagradável, mesmo prevendo o que passará nessa jornada a dor é lancinante, de querer sumir, morrer, ser esquecida. O esquecimento é uma forma eficiente de se apagar a memória de algo, ou de alguém desde […]