Categorias
escreva na quarentena Sem categoria

Pax

São Paulo, junho de 2021,

Dia 464 da Quatrocentona.

Cada vez tenho menos vontade de escrever e já estou perdendo as contas. Contar os dias após um ano e meio de clausura parece sandice.

Quase 500 dias, quase quinhentos mil mortos. Praticamente meio milhão de pessoas que tiveram seus planos ceifados, abruptamente pela doença.

Quem morre de causas naturais, principalmente, nos tempos de hoje é uma pessoa privilegiada. Pois, pelo menos por uma hora o velório pode acontecer.

A avó paterna do meu filho faleceu, aos 81 anos, por complicações causadas por um AVC e Alzheimer.

Hoje foi o seu velório. O cemitério é muito bonito, justamente por não parecer um: parece um parque, campo verde e florido, lápides discretas. Uma morada eterna aconchegante, convite ao verdadeiro descanso.

E hoje, apesar do frio, o sol e o céu azul deram o ar da graça. Como uma pintura de paisagem, na recepção desta alma pelo outro plano.

Seu semblante era tranquilo, transmitia serenidade; de fato parecia dormir.

Que a Providência Divina me permita uma passagem tranquila e que eu pareça estar dormindo, quando a minha hora chegar.

Ao consolar meu filho, tentei explicar sobre a efemeridade das coisas. Que tudo o que é vivo uma hora morre, apesar da Morte ser a única certeza da Vida, evitamos até o último momento falar dela…

Também fica evidente que não nos preparamos para o curso natural das coisas, vivemos tapando o sol com a peneira, neste sentido.

Eu desejo sinceramente que morrer seja um sono eterno, que a gente fique de fato em paz, sem preocupação com problemas extraterrenos.

Acho que é o mínimo que merecemos após nossa passagem.

Descanse em paz dona Glória!

Por Astrovalda Junqueira

Ghost Writter, "Literateuta"
"Escrever para não enlouquecer, novo bálsamo à alma"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s